O Que Diz a Bíblia Sobre Perdão?

O perdão é um dos fundamentos da nossa fé. Jesus morreu na cruz pelos homens, para que alcançássemos o perdão fossemos reconciliados com o Pai. A noção de perdão é difícil de praticar e entender, mesmo que sejamos cristãos. Essa palavra simples cobre uma realidade complexa tanto teológica quanto psicologicamente. Então, como a Bíblia define o perdão? Existe um limite? Conceda perdão, isso é esquecido? Aqui está tudo o que você precisa saber sobre o perdão.


O que é perdão?

O dicionario Larousse nos oferece não uma, mas três definições da palavra “perdoar”. Primeiro, perdoar é “perdoar alguém por seu ato, não segurá-lo contra ele”. Em segundo lugar, é “não sancionar uma falha ou o que poderia ser considerado uma violação de um regulamento”. Finalmente, perdoar “é apoiar, tolerar, desculpar tal comportamento, tal qualidade em alguém”. O perdão é um conceito que vincula duas pessoas: aquele que comete o ato prejudicial e aquele que está ferido. No entanto, também pode nos preocupar quando não podemos perdoar alguma coisa. Os sinônimos para a palavra “perdoar” são: esquecer, colocar de volta, passar, absolver, perdão. O fato de o dicionário não poder definir o perdão em uma única e mesma proposição é um testemunho da complexidade dessa noção. Perdoar, é esquecer o ato? É só daqui para frente? É suficiente pronunciar a palavra para se tornar realidade?


Por que é tão difícil conceder perdão?


Perdão não é um ato tão simples quanto levantar-se, comer ou tocar em algo. É uma ação que não diz respeito ao nosso corpo físico, mas ao nosso interior, e é aí que permanece toda a complexidade. As feridas internas são as mais difíceis de curar, porque, mesmo que não sejam físicas, prejudicam o ser profundo. É por isso que é particularmente difícil para o homem aplicá-lo. De fato, perdoar é como aceitar a injúria que os outros nos infligiram. É também para alguns, uma forma de depreciação e pode prejudicar o nosso ego. Também é muito difícil perdoar, porque sempre nos lembramos desse ato que nos fez sofrer e da dor que provocou em nós. A cura das feridas infligidas pelo perdão é um processo demorado. Finalmente, se é difícil para nós perdoar, é simplesmente porque o perdão não está na natureza do homem. Ele é divino.


O perdão é divino


O perdão é o fundamento da fé cristã. O homem pecou e sua culpa o removeu de Deus. Para a redenção do homem, Deus enviou seu Filho Jesus Cristo para morrer na cruz, para que todos os seus pecados fossem perdoados. Isso testifica o poder do perdão! Deus nos perdoou nossos erros e o sacrifício de Cristo é a prova disso!

Que incrível testemunho de amor! É porque Deus nos perdoou que hoje podemos acessar a vida eterna. O perdão nos foi oferecido gratuitamente, mesmo antes de reconhecermos nossos erros. Ao contrário de Deus, o homem não gosta de perdoar. Alguns versos bíblicos atestam isso, por exemplo, quando Isaías 26:10 declara que “se alguém faz graça ao ímpio, ele não aprende justiça, ele se entrega ao mal na terra da justiça, e ele não com respeito à majestade do Senhor “. Aqui, o profeta parece afirmar que devolver a graça não está fazendo serviço à pessoa que nos feriu, porque ao perdoá-lo, ela não retém a lição. A maioria dos homens pensa assim. Contudo, esta não é a concepção de Deus. É muito mais fácil se vingar do que perdoar, pois a vingança é humana, enquanto o perdão é divino.

Por que temos que perdoar?

  1. porque Deus nos pede
  2. porque Deus nos deu perdão, então quem somos nós para não fazer isso?
  3. porque o conceder perdão nos afasta de Deus
  4. porque se não perdoarmos, Deus não nos perdoará
  5. porque a falta de perdão nos bloqueia no passado
  6. porque não perdoar é aceitar as feridas infligidas por outros
  7. porque o perdão é necessário para avançar
  8. porque o perdão é um passo para a reconciliação
  9. porque perdoar é testemunhar a natureza de Cristo
  10. Deveríamos ser capazes de perdoar tudo?

Em Mateus 18:22, Pedro faz a mesma pergunta ao Senhor Jesus:

E Pedro veio a ele e disse: Senhor, quantas vezes devo perdoar meu irmão quando ele pecar contra mim? Será até sete vezes? Jesus disse a ele: Eu não lhe digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete vezes. É por isso que o reino dos céus é como um rei que queria prestar contas aos seus servos …

Nós devemos ser capazes de perdoar setenta vezes sete vezes, o que é 490 vezes! Isso faz você se arrepender! Essa figura simbólica atesta o fato de que não devemos contar o número de vezes que concedemos nosso perdão. Deus perdoa cada um dos nossos pecados quando nos arrependemos. Portanto, nós também devemos ser capazes de perdoar sem limites, mesmo sem o pedido de desculpas da pessoa em questão.


Perdão bíblico: como concedê-lo?


Agora que sabemos que é imperativo perdoar, precisamos definir como devemos fazê-lo. A concepção divina do perdão é diferente da dos homens. Em Hebreus 10:17, a Palavra declara que quando Deus perdoa, Ele esquece o nosso pecado. Perdoar, é esquecer completamente e não mais segurar a pessoa. O perdão não deve ser considerado como uma graça ao ofensor, como algo que lhe oferecemos. Por outro lado, perdoar não significa ser ingênuo. Mesmo que concedamos nosso perdão, pode haver alguma punição porque, como a Palavra declara, tudo o que é semeado deve ser colhido.

Assim, alguns erros, por vezes, exigem sanções físicas com, por exemplo, uma sanção disciplinar da igreja, uma ação legal ou um ato pessoal, como a distância da pessoa. Mas cuidado, essa punição não deve ser um ato de vingança e é melhor deixar Deus cuidar disso. Além disso, nosso perdão deve necessariamente ser precedido de punição. Para Deus, o perdão é, portanto, um trabalho real em si mesmo. Quando alguém perdoa, não se faz pelo outro, mas por si mesmo. Perdoar é descarregar um fardo, libertar-se de um peso e oferecer à nossa alma um primeiro passo em direção ao processo de cura.

O perdão está intimamente ligado a salvação concedida por Deus. Hela se manifesta o maior exemplo de perdão que se pode ter.

Confira mais AQUI


Versos sobre perdão


Aqui estão alguns versículos da Bíblia do nosso artigo “10 versículos sobre o perdão”:

“Se você perdoar aos homens suas transgressões, seu Pai celestial também lhe perdoará. Mateus 6:14


“Bem-aventurados aqueles cujas iniqüidades são perdoadas e cujos pecados estão cobertos! Romanos 4: 7

“Quando você se levantar, orando, se você tem algo contra alguém, perdoe, para que seu Pai que está no céu também lhe perdoe suas transgressões.” Marcos 11: 25-26

“Apoiem-se mutuamente, e se alguém tem razão para reclamar do outro, perdoem um ao outro. Como Cristo te perdoou, perdoa-te também. Colossenses 3: 3

O perdão é um passo interior e pessoal, independente da atitude de quem nos ofendeu. Deus nos pede para perdoar tudo, mesmo quando temos a impressão de que o outro não merece. Nem nós merecemos o perdão de Deus, mas Ele aceitou em nós o inaceitável. Então, vamos aprender também a perdoar.

Para concluir

A falta de perdão é como um veneno: nos tira a alegria e nos impede de viver a vida abundante que Deus quer que nós vivamos. Por isso, peça a Deus para te ajudar a perdoar, e lembre:

  1. Perdoar não é esquecer.
  2. A mesma situação pode ter que ser perdoada várias vezes
  3. Não existem pessoas que não merecem perdão
  4. Perdoar não significa que você tem que se reconciliar com o outro
  5. A outra pessoa não precisa de pedir perdão para você perdoar
  6. Você não precisa lidar com o perdão sozinho

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

Estamos com o PROPÓSITO de escrever um artigo POR DIA sobre um livro da bíblia. 

SE INSCREVA E RECEBA PALAVRAS DE BENÇÃO!

 

Equipe Blog de Crente

O Blog de Crente surgiu de duas necessidades: Ampliar o alcance do evangelho de Jesus Cristo e ser uma opção de estudos bíblicos e qualidade e enriquecedores.

Website:

1 Comentário

  1. Pingback: Concupiscência: 14 Armas Para Supera-la - Blog de Crente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *