Discurso – Fracção 1: Dois Exemplos de Uma vez que nunca se deve remeter. – (Mateus 6;5 a 8 e Lucas 11:1)

Mesmo que você seja piedoso há bem período tenho asseveração que já se perguntou a respeito de a melhor método de alegar ante Deus suas aflições, desejos e sonhos. Pensando na extensão do nosso Deus, chegar-se na frente daquele que está a respeito de tudo e todos, tenho asseveração que deve ocasionar singular sagrado pânico no coração daquele que tem consciência da predomínio de nosso Deus.

Porém qual é a habilidade da bíblia quanto à exposição? Para negar a essa inquisição ninguém melhor do que Jesus Cristo. Nesse adiante instante vamos nos ater ao teor que precede à exposição conhecida porquê “exposição do Instituidor nosso”, que está em Lucas 11; 1 e Mateus 6; 5 a 8. Vamos além.

Lucas 11; 1 começa dizendo qual é a berço das orientações de Jesus quanto à formato de remeter, e além diz que nasceu de singular anelo dos discípulos de alcançar de Jesus porquê se deve remeter: “lhe disse singular dos seus discípulos: Senhoril, ensina-nos a remeter, porquê igualmente João ensinou aos seus discípulos.” (Lucas 11:1b)

Jesus em resposta dá adiante duas orientações usando dois exemplos de porquê nunca se deve remeter.

À frente exemplo de porquê nunca se deve remeter: “nunca sejas porquê os hipócritas; pois se comprazem em remeter em calcante nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em veras vos digo que já receberam o seu homenagem.” (Mateus 6:5b)

O cândido das orações deve ser Deus. Nunca deve ser usado porquê método de causar na frente dos homens. Nunca quer proferir que nunca se deve remeter em público, porém que mesmo em público nunca se deve olvidar que a exposição deve ser entregue à Deus. Os hipócritas, pessoas que demonstram ser o que nunca são se apresentam ao turba e em brado subida ora para que os homens os considerem santos, religiosos e bons.

Portanto tenham consciência de que orando à Deus mesmo que em confidencial  “teu Instituidor, que vê em confidencial, te recompensará publicamente.” (Mateus 6:6)

Segundo exemplo de porquê nunca se deve remeter: “E, orando, nunca useis de vãs repetições, porquê os gentios, que pensam que por bem falarem serão ouvidos.” (Mateus 6:7)

Escolher de “vãs repetições” bisar a mesma exposição vocábulo por vocábulo, atribuindo a essa reduplicação o roupa de que seu rogo será atendido. É porquê fazem algumas religiões que acreditam que repetindo as  mesmas palavras diversas vezes Deus se compadecerá e o atenderá. Digo que se Ele o fizer nunca será por esse desculpa. E jesus dá a desculpa pela qual nunca deve ser assim nossa exposição: “porque vosso Instituidor sabe o que vos é forçoso, antes de vós lho pedirdes.” (Mateus 6:8)

Portanto temos duas orientações cá de porquê deve ser nossa exposição, baseadas em dois exemplos de porquê nunca se deve remeter.

A primeira: a exposição deve ser dirigida a Deus, nunca aos homens;

A segunda: a exposição deve ser expontânea e sem adoptar repetições para que nunca corramos o linha de assacar ao roupa de bisar diversas vezes a mesma expressão seremos atendidos.

Já antecipando a segunda quinhão teor devemos incessantemente sustentar nossa arbítrio aquém da arbítrio de Deus, deixando a missão Dele nos atender ou nunca. Amém. 

Receba Estudos Bíblicos Diretamente no Seu Email! É Grátis!

Estamos com o PROPÓSITO de escrever um artigo POR DIA sobre um livro da bíblia. 

SE INSCREVA E RECEBA PALAVRAS DE BENÇÃO!

 

Equipe Blog de Crente

O Blog de Crente surgiu de duas necessidades: Ampliar o alcance do evangelho de Jesus Cristo e ser uma opção de estudos bíblicos e qualidade e enriquecedores.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *